Blog

Profile

Soufraz Rafael

Rafael Soufraz

Desenvolvedor Criativo

Nome:Rafael Soufraz
Aniversário:Maio
Endereço:Salvador / Ba
Tem experiência na área de Ciência da Computação, com ênfase em Sistemas de Informação. Atua na área de Análise de Sistemas Web, aplicativos mobile e é gerador de soluções especialmente para gerenciamento de lojas virtuais, portais e sistemas de gerenciamento multiusuário corporativos. Mantém o foco em PHP, jQuery, MySQL e CSS. Além de manter-se atualizado na área de Desenvolvimento Web, é focado em Segurança da Informação.

Onde trabalhei?

2013 - present

Equilibra Digital

Desenvolvedor Criativo

Codificação a nível de cliente e servidor, modelagem de dados (modelo EER), diagramas em UML (casos de uso, atividade, sequencia) e revisão de segurança em aplicativos web.

2012 - 2013

M&I Informática

Desenvolvedor Web

Programação em sistemas web utilizando ambiente linux. Foco em sistemas de gerenciamento de concessionárias com base em documentação de requisitos e diagramas de fluxos.

2011 - 2011

Grupo A2

Desenvolvedor Web

Programação em sistemas web utilizando ambiente windows. Diagramação de sites utilizando css e jQuery. Foco em lojas virtuais e cms para gerenciamento de sites com estudo de identidade corporativa.

2011 - 2011

Nave Comunicação

Desenvolvedor Web

Montagem de sites utilizando css, flash e jQuery. Sistemas programados em php. Foco em portais educacionais, medicos e associação de lojistas de shoppings.

2009 - 2011

WebAgência

Desenvolvedor Web

Montagem de sites utilizando css, flash e jQuery. SIstemas programados em php. Foco em sistema de gerenciamento de sites multiusuario .

O Desenvolvedor Criativo

Eu, de vez em quando, ouço o podcast do Creative Coding. Ambos hosters se identificam com o termo “programadores criativos” – eu sinto que eles empobreceram um pouco o termo por motivos didáticos – mas a impressão que eles me passam desse conceito é que esses “programadores” meio que copiam e colam códigos e os manipulam um pouco, via erros e tentativas até que ele atenda suas expectativas. Tem também aqueles que se julgam “tecnólogos criativos”. A impressão que esses me passam é que eles são brilhantes, mas não codificam necessariamente.

Eu trabalho com um monte de pessoas que são chamadas de “engenheiros de software”. Esse termo invoca um tom de capacidade, mas eu particularmente não gosto desses projetos gigantes, onde temos que pegar dados, manipulá-los e realocá-los, prefiro que sejam mais divertidos. Eu gosto de me colocar na frente dos usuários, criar coisas bacanas que as pessoas consigam ver, consigam interagir e dizer “uau!”.

Então me apropriei da parte “criativo”, uma vez que gosto de fazer aplicativos criativos, e coloquei um pouco da parte de construções de soluções de software, que por si só já trazem mais confiança ao usuário. Por isso “desenvolvedores criativos” e não “programadores criativos”, mas o que são os desenvolvedores criativos?

Base De Trabalho Dos Desenvolvedores Criativos

Desenvolvedores front-end estão em falta

Você provavelmente é um desenvolvedor competente, porque é isso que tá rolando no mercado agora. Pessoalmente, eu não sei em que universo eu pensaria que pré-processadores de CSS seriam úteis para meu dia-dia, mas qualquer tecnologia que você utilize provavelmente consiga suprir suas demandas.

Pegue um Linux

A maior realização que eu tive ano passada foi: Quem usa Windows está em desvantagem. Claro que não é impossível utilizá-lo, mas facilite para você – linux em dual boot – Mas se você quiser sofrer de verdade, beleza, compre um Mac, a única utilidade do OSX é para abrir o Photoshop e o Illustrator.

Faça mobile

Você precisa trabalhar com mobile. o Phonegap está facilitando o processo de entrada no segmento por ser bem útil, mas aprenda um pouco de desenvolvimento nativo, Java e C# tem suas peculiaridades, mas eles não são nenhum bicho de sete cabeças.

O servidor pode ser criativo

Eu tive bastante resistência sobre a tecnologia server-side. Afinal, eu preciso de algumas coisas bonitas na tela para manter minha atenção. Contudo eu estava errado com essa resistência, e sem motivo. Eu me aventurei um pouco com php somente para cumprir escopo, mas não é nem um pouquinho legal. Já um Node.js é outra coisa, animal! As pessoas estão super empolgadas com ele. Se você não é um guru da programação server-side tudo no Node.js é novo, então não há muito experts por aí, somente um monte de aventureiros brincando e fazendo as coisas funcionar. Existem também tecnologias similares bem bacanas, como Python e Ruby.

Falando em Python, aprenda-o! Ou pelo menos o Ruby, embora eu esteja seriamente desapontado com os desenvolvedores Ruby se gabando sobre seu “talento natural de programação”. Eu espero que esses sejam uma pequena e barulhenta minoria, embora irritante.

Por que o servidor pode ser criativo? Colaboração! Jogos em multiplayer! Codificação em tempo real de vídeos! O ambiente também é muito mais maduro do que o por parte do cliente atualmente.

Aprenda C++

Qual a utilidade do C++? Tudo. Lembre-se que o server side é bem mais rápido do que o client-side, você conseguirá rodar o client com C++. O Chrome está pagando a conta, para que você rode o C++ em seu browser. Se você usa Flash, o Alchemy é uma boa. C++ funcionará em seu Android ou iOS, em qualquer lugar. Uma boa base de C++ te permitirá fazer algumas coisas intuitivas para o processador e para o usuário ao mesmo tempo.

Usuários não são tudo

Eu tinha essa ideia entalada na minha cabeça, se eu não conseguisse colocar tudo na web para que minha legião de fãs adorassem meu trabalho, de nada valia. Adivinhem: não existe legião de fãs nenhuma.

Esse modo de pensar me impediu de fazer um monte de coisas bacanas com um monte de tecnologias bacanas. Por que usar OpenFrameworks se eu posso rodar na Web? Brinque que as coisas, você se divertirá e terá boas ideias, caso faça alguma coisa interessante, ponha no youtube que seus fãs aparecerão por lá, e não numa demo funcional de seu código.

Fale MUITO. Faça metade.

Existem muitas coisas legais para aprender. Algumas listadas acima fazem parte de uma lista de to-do para mim. Estou entrando agora no desenvolvimento nativo para Android, iOS, Node.js, Python. Quero muito aprender C++, Open Framework, Arduino. Espero que eu tenha tempo e a oportunidade de explorar essas tecnologias, talvez não consiga, mas tudo bem, tente pelo menos fazer metade.

Fonte: http://www.benfarrell.com/2012/04/13/frontenders-vs-creative-devs/

Vamos manter contato?